Raymond Queneau recebeu
o 1º Prémio Literário em Les Deux Magots, em 1933

Prémios literários

Inevitável local de encontro para pessoas literárias, Santo: Germain des Près oferece aos autores a oportunidade de se distinguirem todos os anos durante a época literária, e aos leitores uma deliciosa selecção, leituras e autógrafos.

Saint-Germain-des-Près pode gabar-se de ter ligações históricas com o mundo das letras. Final do século XVII, o Procopeo primeiro café literário, frequentado em particular por Voltairenasceu ali. Dois séculos mais tarde, Mérimée, Nerval ou George Sand vivem lá. No final do século XIX, a santa trindade dos bistrôs Lipp-Le Flore-Les Deux Magots começa a reinar sobre Saint-Germain.

Les Deux Magots atraiu uma multidão alfabetizada muito cedo. No início da década de 1930, Queneau, Leiris, Bataille, Desnos e outros dissidentes do surrealismo estão lá. Foi numa destas tabelas que foi escrito o manifesto anti-Bretanha Um cadáver.

O Prix des Deux Magots foi criado em 1933. Tem sido atribuído todos os anos desde então. Assim, a última terça-feira de JaneiroO júri de 13 membros atribui prémios a autores promissores e estabelecidos. O café Saint-Germain-des-Prés fundou o seu prémio literário no dia em que André Malraux foi galardoado com o Goncourt por A Condição Humana. Esta ousadia é devida a o escritor Roger Vitrac e o bibliotecário dos Beaux-Arts. Entre eles, reuniram um júri de 13 autores, cada um dos quais doou 100 francos como prémio. O primeiro vencedor foi Raymond Queneau pelo seu romance O Quackgrass. O Prix des Deux Magots é um dos mais antigos prémios literários em França.

Desde então, outros aderiram.

Decorar o Prix de Flore

Próximo
Vejo-o em
Dias
Horas
Min

O Prémios literários são eventos anuais celebrado e organizado por cada um dos bistrotiers históricos e alguns estabelecimentos mais recentes que cultivam isto a tradição natural de Saint-Germain pelo amor à literatura.

Para onde ir?
Os dois magotes

Prix des Deux Magots Janeiro
Prémio Pélléas / Prémio Appollinaire
Abril

 

Café de Flore

Prémio Café de Flore

Novembro

Em Lipp

Prémio Lipp

Março-Abril

O Âmbito

Prémio Procope

Novembro

Chez Castel

Prix du Castel - Novembro

Prémio Novela da Noite - Março

O Lutécia

Prémios Lutetia - Outubro

La Closerie des Lilas

Prix de La Closerie des Lilas - Abril

e outras dependendo do ano...

Saiba mais no website das cervejeiras.

Rendezvous literários

Últimas datas

7 Novembro 2022
Prémio Castel 2022
Castel
Ver o evento
7 Novembro 2022
Prémio Apollinaire 2022
Les Deux Magots
Ver o evento
25 Janeiro 2022
Prix des Deux Magots 2022
Les Deux Magots
Ver o evento
Os Prémios Quartier Saint-Germain

Outono-Inverno, ao ritmo das páginas...

Prix de Flore

O Prix de Flore foi criada em 1994 com o objectivo de coroar um autor com talento "promissor" de acordo com critérios específicos tais como originalidade, modernidade e juventude.

Foi atribuído pela primeira vez a Vincent Ravalec por Canção do Malandro.

Prix des Deux Magots

O Prix des Deux Magots foi criada em 1933 chamar a atenção para escritores de qualidade, com o objectivo de ter uma escolha diversificada e não conformista. Tem sido atribuído todos os anos desde então. Na última terça-feira de Janeiro, o júri de 13 membros atribui prémios a autores promissores e estabelecidos. O prémio é dotado de um orçamento de 7.700 euros, para encorajar e apoiar os vencedores na sua escrita.

O primeiro vencedor foi Raymond Queneau pelo seu romance O Quackgrass.

Prémio Apollinaire

O Prémio Apollinaire foi criado em 1941 e é atribuído anualmente a um livro de poemas pela sua originalidade e modernidade.
Em Outubro de 2012, o prémio será entregue pela primeira vez noHotel Lutetia. Desde 2016, a cerimónia de entrega de prémios tem tido lugar no famoso Café e restaurante literário Les Deux MagotsO prémio é patrocinado por uma celebridade (Juliette Binoche em 2016, Jacques Weber em 2017). O prémio vale 3.500 euros.

O primeiro Prix Guillaume-Apollinaire foi concedido em 1941 a Apenas Calveyrach para GuianaIlhas Lerins.

Prémio Cazes

O Prémio Cazes da cervejaria Lipp foi criada em 1935. É costume atribuí-lo antes da feira do livro a um autor que nunca tenha recebido um prémio.

O primeiro vencedor foi a companhia de teatro "le Rideau de Paris de Marcel Herrand et Jean Marchat" pelas suas produções de Le Coup de Trafalgar (Roger Vitrac) e L'Homme blanc (André de Richaud).

Prémio Castel para o Romance da Noite

O Prémio Castel para o romance da noite foi criada em 2017.

Porque a noite é a parte misteriosa onde por vezes a literatura se aninha, e também porque há lugares que fazem parte da lenda de "Paris à noite” . O prémio prémio um romance onde à noiteNo caso desta última, desempenha um papel essencial: no fio da história ou no perfil da personagem.

O Prémio foi atribuído pela primeira vez a Isaac Rosa para o seu romance A sala escuratraduzido por Jean-Marie Saint-Lu, publicado por Bourgois.

Prémio Pelléas

O Prémio Pelléascriado em 1997, é um preço O prémio literário anual para "a obra mais literária sobre música".
É dotado de 3000 euros pelo café Les Deux MagotsO prémio é entregue ao vencedor na festa do cocktail de lançamento do Festival Nohant.

Foi atribuído pela primeira vez em 1997 a Laurent de Wilde : Monge (Gallimard).

Prémio Françoise Sagan

O Prémio Françoise Sagan foi criada por O Lutécia em 2010. O prémio é atribuído ao melhor romance da Primavera por um autor que nunca foi galardoado antes.

Favorece as revelações ao escolher obras em curso. Em 2015, foi atribuído a Vincent Almendros pelo seu romance". Un été", 16 de Junho em La Société (4 Place Saint-Germain-des-Prés).

Prix de la Closerie des Lilas

O Prémio Lilás foi fundada em 2007 por la Closerie des Lilas para coroar um romancista de língua francesa. A selecção do vencedor baseia-se num elevado nível de competência, pluralidade e integridade, com uma preocupação comum por elevados padrões e liberdade.

Foi atribuído pela primeira vez a Anne Wiazemsky pelo romance Jovem rapariga.

Prémio Procope of Lights

O Prémio Procope of Lights foi criada em 2011 pelo lendário restaurante parisiense O Âmbito. É original na medida em que recompensa o autor de um ensaio político, filosófico ou societal escrito em francês e publicado em livrarias durante o ano em curso.

O Prémio foi atribuído pela primeira vez a Ruwen OGIEN pelo seu ensaio L'influência do'cheiro de croissants quentes no tipo de letraé humano.

Prémio Saint-Germain-des-Prés

O Prémio Saint Germain é um prémio multicultural criado em 1993 por uma união de lugares míticos do distrito: o café Les Deux Magotsem Café de Floreo Brasserie Lipp, Sonia Rykiel e a Comité Saint-Germain-des-Prés. É atribuído a um uma figura proeminente no distrito de Saint-Germain-des-Prés para reconhecer o seu talento e o seu apego ao distrito. Atribuído anualmente na primeira segunda-feira de Janeiro, o prémio vem com uma dotação de 3.000 euros, assim como um convite permanente para o cinema Saint-Germain e uma projecção do filme vencedor.

Livros e pessoas

#thegov_button_661eebfce2181 { color: rgba(0,0,0,1); }#thegov_button_661eebfce2181:hover { color: rgba(49,49,49, 1); }#thegov_button_661eebfce2181 { border-color: rgba(255,255,255,1); background-color: rgba(255,255,255,1); }#thegov_button_661eebfce2181:hover { border-color: rgba(255,255,255,1); background-color: rgba(255,255,255,1); }